Amigos,

Recentemente li uma matéria, publicada pela Agencia Reuters, que confirma aquilo que os órgãos da imprensa especializada tem alertado: nossos jovens estão ficando surdos! Com o advento dos MP4,5,6,7,8,9... cada vez mais potentes, com os fones de ouvidos minúsculos e infiltrados no canal do ouvido externo, o som se torna potencialmente mais intenso e o perigo está exatamente aí. Assim, como as músicas são muito atraentes, há uma "necessidade" de aumentar o volume para "melhorar a qualidade"... E dessa forma, então, a tragédia está consumada.
A matéria é muito séria e gostaria de sua especial atenção para alertar crianças, pre-adolescentes, adolescentes e jovens sobre o perigo de se usar tais aparelhos. Estamos diante de uma nova geração de "jovens que estão ficando surdos". Mas é possível reverter a situação se o alerta for dado.
Avalie bem esta informação e ajude pessoas a terem a sua saude auditiva de volta.
Prof. Noélio Duarte - Fonoaudiólogo

Lesões Auditivas Irreversíveis

Mais de 10 milhões de jovens europeus estão sob o risco de prejudicarem seus ouvidos ao escutar músicas de seus aparelhos MP3 com o volume muito alto, revelou o órgão da União Europeia para riscos à saúde, em conferência nesta terça-feira.
Escutar músicas em aparelhos de MP3 e outros tocadores em um volume muito alto por longos períodos pode causar perda de audição e zumbidos no ouvido, disse o Comitê Científico da União Europeia para Riscos à Saúde Emergentes e Identificados Recentemente.
O órgão concluiu que entre 5 e 10% dos usuários de MP3 estão sujeitos a perda permanente da audição se ouvirem a músicas em tocadores por mais de uma hora por dia, com o volume máximo por um período de cinco anos. Não há cura para a perda da audição ou zumbido, o comitê apontou em seu relatório.
"Sejamos realistas -- nós estamos vendo uma catástrofe ao menos que algo seja feito logo", disse Stephen Russell, do grupo pan-europeu de segurança ao consumidor ANEC.
O encontro, organizado pela Comissão Europeia em Bruxelas, debateu possíveis medidas para prevenção de tais problemas de saúde, desde avisos nas telas dos aparelhos e limites nos volumes máximos dos tocadores. A Comissão disse que examinaria possíveis ações contra o problema.

Fonte: Reuters (Fev. 2009)


|

1 comentários:

Vika disse...

Eu acho que isso acontece pela imprudencia do pessoal, nao é pelo uso do aparelho em si. Se a gente usar a um volume moderado (sabendo q o fone esta enfiado no ouvido o volume deve ser minimo) estes problemas nao vao aparecer.
Artigo interessante... espero sua visita no meu blog!