Zoltán Kodály

Zoltán Kodály - 16 de dezembro de 1882 / 6 de março de 1967) foi um compositor húngaro, etnomusicólogo, professor, linguista e filósofo.

Vida

Nasceu em Kecskemét, Kodály passou a maior parte de sua infância em Galanta e Nagyszombat (agora Trnava, na Eslováquia). Seu pai era chefe da estação e músico amador afiado, Kodály aprendeu a tocar violino ainda criança. Ele também cantou no coro da catedral e escreveu a música, apesar de ter pouca educação formal musical.
Em 1900, Kodály entrou na Universidade de Budapeste para estudar línguas modernas, e começou a estudar música na Franz Liszt Academy of Music, em Budapeste, onde Hans Koessler lhe ensinou composição.
Uma das primeiras pessoas a realizar o estudo sério dos contos, Kodály se tornou uma das figuras mais importantes no início do campo da etnomusicologia. Desde 1905, ele visitou aldeias remotas para coletar músicas gravando em cilindros de fonógrafo. Em 1906 ele escreveu a tese sobre a canção popular húngaro ( "Strophic Construção em húngaro Folksong"). Em torno deste tempo Kodály encontrou seu colega compositor Béla Bartók, com quem ele teve sob sua asa e introduziu a alguns dos métodos utilizados na recolha de música folclórica. Os dois se tornaram amigos ao longo da vida e competiam com suas composições.
Depois de seu doutorado em filosofia e lingüística, Kodály foi para Paris, onde estudou com Charles Widor. Lá, ele descobriu e absorveu várias influências, nomeadamente a música de Claude Debussy. Em 1907 ele voltou para Budapeste e ganhou um cargo de professor na Academia de Música de lá. Ele continuou a sua música folk-expedições de coleta através de Primeira Guerra Mundial, sem interrupção.

Kodály compôs ao longo deste tempo, produzindo dois quartetos de cordas (op.2, 1909 e op.10, 1917, respectivamente), Sonata para violoncelo e piano (op.4, 1910) e Sonata para violoncelo solo (Op. 8, 1915) , e sua Duo para violino e violoncelo (op.7, 1914). Todos estes trabalhos mostram uma grande originalidade da forma e conteúdo, uma mistura muito interessante de domínio altamente sofisticado no estilo de música da Europa Ocidental, incluindo a clássica, a tradição romântica tardia, impressionista e modernista e, ao lado profundo conhecimento e respeito a música popular na Hungria, Eslováquia, Bulgária, Albânia e outros países do Leste Europeu. Devido à eclosão da Primeira Guerra Mundial e subsequente grandes mudanças geopolíticas na região e em parte por causa da timidez pessoal Kodály não teve grande sucesso público até 1923, quando seu Psalmus Hungaricus estreou em um concerto para celebrar o quinquagésimo aniversário da união de Buda e Dança de Pragas (Bartók Suite estreou na mesma ocasião.) Na sequência deste sucesso, Kodály viajou por toda a Europa para realizar a sua música.

Kodály estava muito interessado nos problemas da educação musical, e escreveu uma grande quantidade de material sobre os métodos de educação musical, bem como compor uma grande quantidade de música para crianças. Começando em 1935, juntamente com o colega Jenö Adão, ele embarcou em um projeto de longo prazo para reformar o ensino da música na parte inferior e médio das escolas. Seu trabalho resultou na publicação de vários livros muito influente e teve um profundo impacto sobre a educação musical, tanto dentro como fora do seu país de origem. Alguns analistas referem-se às suas idéias como o "Método Kodály", embora isso parece algo redutora, como ele não chegou a elaborar um método abrangente, e que estabelece um conjunto de princípios a seguir no ensino da música. Veja também: Hand Signs Kodály
Ele continuou a compor para grupos profissionais, também, com as danças de Marosszék (1930, em versões para piano solo e para orquestra completa), as Danças de Galanta (1933, para orquestra), as variações Peacock (1939, encomendada pela Orquestra do Concertgebouw para celebrar o seu cinquentenário) ea Missa Brevis (1944, para solistas, coro, orquestra e órgão), entre suas obras mais conhecidas. A suíte da ópera Háry János (1926) também se tornou conhecida, embora algumas produções da ópera próprio lugar. Ele foi o primeiro realizado em Budapeste e maestros como Toscanini, Mengelberg e Furtwangler ter incluído esta peça em seus repertórios.

Kodály permaneceu em Budapeste através da II Guerra Mundial, aposentando-se do ensino em 1942. Em 1945 ele se tornou o presidente do Conselho de Artes húngaro, e em 1962 recebeu a Ordem da República Popular da Hungria. Seus outros cargos incluídos uma presidência do Conselho Internacional de Música Folk, ea presidência honorária da Sociedade Internacional de Educação Musical. Ele morreu em Budapeste, em 1967, uma das mais respeitadas e conhecidas figuras nas artes húngaro.

Em 1966, o ano antes da morte de Kodály, o Quarteto Kodály, um quarteto de cordas em honra Kodály, formada.

Seus alunos notáveis incluem John Verrall.

Pedagogia

l Introdução

O que se sabe agora "Método Kodaly" foi desenvolvido na Hungria em 1940 e 1950 por Kodaly, seus colegas e seus alunos. Não é inventado por Kodaly, mas evoluiu nas escolas húngaro sob sua inspiração e orientação. Os objetivos, a filosofia e os princípios foram Kodaly, mas a pedagogia não foi criado por ele.
Nenhuma das práticas associadas com Kodaly originou-se com ele. Solfa foi inventado na Itália e solfejo tónico veio da Inglaterra; sílabas ritmo foram a invenção do Cheve na França, e muitas das técnicas de solfejo utilizados foram retirados da obra de Dalcroze; cantando mão foi adaptado de abordagem Curwen John's na Inglaterra e nos processo de ensino foi basicamente Pestalozzian.

A singularidade do Método Kodaly veio na forma em que estas técnicas já foram separadas combinadas em uma abordagem unificada, que se apoiou uma filosofia viável de educação musical.

Em 1950, o canto primeira escola primária foi criada em Kesckemet sob a direção de seu amigo de longa data. Aqui as crianças receberam instrução da música todos os dias da semana a escola, e que o método foi desenvolvido e refinado. Como resultado do sucesso desta escola, o ano seguinte viu uma ascensão rápida no desenvolvimento e na difusão do método, a partir do nível de creche para os conservatórios. Hoje, o método se espalhou por todo o mundo. Classes treinados nos princípios de Kodaly existem em toda parte.

filosofia

Básico

1.Todos pessoas capazes de alfabetização lingual também são capazes de alfabetização musical

2.cantar é a melhor base para a musicalidade


Educação

3.Para a musica para ser eficaz, deve começar desde cedo com a criança

4.A canções folclóricas do próprio patrimônio linguístico da criança constituem uma língua materna musical e, por conseguinte, ser o veículo para toda a instrução inicial

5.Devemos dar prioridade a música de maior valor artístico, tanto folclórico quanto composto, deve ser utilizado no ensino

6. A Musica deve estar no centro do currículo, um tema central usado como base para a educação

Objectivos

1.Cantar, tocar instrumentos e trabalhar a memória, por um grande número de jogos de cantos tradicionais, cânticos e canções folclóricas, elaborando primeiro o patrimônio próprio da Criança, com materiais de canção popular e, mais tarde expandida para incluir a música de outras culturas e países.

2.Performance, ouvir e analisar a música a grande arte do mundo.

3.Arquivo, domínio das competências musicais, tais como a leitura e a escrita musical, cantando e parte a parte.

4.Improvisação e composição, usando o seu vocabulário musical conhecido, para cada nível de desenvolvimento.

Formas de brincar:

Solfejo 1.Tonic

dó, ré, mi, fá, sol, lá, si, é considerado o centro do tom em todas as claves principais. la é considerado o centro do tom ou em todas as claves menores



Concentra-se sobre a relação entre os arremessos. Por exemplo se você aprender a fazê-lo em qualquer tecla, você vai conhecer o som da 5° perfeita.
crianças são iniciadas com tarefas relativas, uma vez que elas são seguras na maneira mais fácil de cantar, ler e escrever música, nomes de pautas e notas são introduzidas e em seguida, são intercambiáveis com solfejo cantado até que eles se sintam seguros.

benefício: as músicas, os jogos da primeira fase da infância, a música folclórica, e muito da música da arte do mundo ocidental é tonal em caráter

desvantagem: não é útil para estudar música que atonal em caracteres (por exemplo, a música de algumas sociedades não-ocidentais e algumas músicas do século 20.)

solfejo combinado com um sistema de signos mão aparece para fazer essa memória tonal, tanto mais rapidamente realizado e mais seguro.


Dó - RÉ


MI - FA


sol-lá


si - dó

Duração das síliabas ritmicas

ritmo é ensinado pelo padrão e duração relativa sobre o pulso, expressa em uma séria de sílabas adaptados daqueles inventados por Cheve em 1800 e ainda utilizado em conservatórios francêses.



Abordagem

Sequential (criança: base do desenvolvimento)

O método de Kodaly é altamente estruturado e seqüenciado, bem como definido de competências e hierarquias de conceitos em cada elemento da música. Essas seqüências estão estreitamente relacionadas com o desenvolvimento da criança, do modo em que o progresso da crianças aflora naturalmente na música. O corpo principal do material de ensino deve estar dentro das capacidades da criança. No entanto, alguns materiais musicais devem ser incluídos sempre para concepção e expansão dessas capacidades. Como a criança se desenvolve física, social, emocional esteticamente e intelectualmente, nos leva também a desenvolver musicalmente uma aquisição de habilidades mais complexas e conceitos envolvidos.

1.Melodias

3-canções unitônicas (la-sol-mi), tetracorde (sol-re-mi-do), pentatônica (la-sol-re-mi-do), incluem mais que um material didático melódico. Quanto mais as vozes amadurecem, mais aumenta as suas capacidades musicais, materiais musicais, são assim estendidos para incluir mais músicas diatônica em tons maiores e menores, modos e escalas alternadas.

2.Ritmo-- o movimento natural presente na criança (andar, correr, pular, balançando, saltando) é binário, simples ou composto?

3.Forma, harmonia, ritmo e dinâmica também são seqüenciados em hierarquias para que as crianças mais novas possam experimentar todos os aspectos da música no seu próprio nível.

4.descreva a aprendizagem e, em seguida, narre-as.

5. Aprendizagem em espiral . Cada nível tem por base a anterior. assimilação é importante antes de passar ao próximo nível.

6. Se torna importante introduzir apenas um conceito novo de cada vez

aplicação de subsídios paulatinamente / ensino intermediário

Quando as crianças entram no programa de aprendizagem de Kodaly elas devem ser capazes de: (ao longo do percurso)

* Solfejar com facilidade e fluentemente em estruturas móveis e altura absoluta.

* alternar de um para outro quando assinalada.

* em diferentes escalas de níveis.

* Identificar formas binárias e ternárias, em diversas obras.

* Deve identificar os modos; eólico, Dórico, Jônio, mixolídio, lídio, frígio

* Capazes de ditado melódico e rítmico em voz ou piano

* Produzir duas ou três idéias musicais simultaneamente; cantando uma melodia, tocando um ostinato, pisando uma batida, identificando alguma música de arte por estilo e período.

* Improviso a partir da pré estruturação que ja lhes fora apresentada. (ou não)

* Improvise com diferentes escalas e ritmos.

* Compor pequenos trechos, com vocabuláio musical já conhecido.

* Harmonizar melodias com acordes de I, IV e V graus e suas inversões I, IV I e IV(6) I e IV(6/4), V, V (6), (6/4), (6/5) (4,3) (2)

* Identificar os intervalos nas composições

Planos de Alua / Atividades

Escalas:

Cantar trechos de escala maior para aquecer.

Introduzir intervalos de 4°, 6° em tessituras melódicas e harmônicas.




Cante acordes de I-IV e V grau e suas inversões.



Esta uma composição engenhosa. O caráter independente de suas duas melodias é evidente quando se percebe que, no desempenho, não da voz, formas, oitavas paralelas ou uníssono com a voz mais baixa do chão. Conjectura-se que a composição datas de c. 1250. Suméria é icumen in é a única conhecida composição para voz 15 anos a.c. transmissão de voz e composição conhecida apenas que combina Rondellus (ternário ou triplo; troca frase IE) e Rota (Canon ou volta) técnicas. A composição é um moteto. É polifônico. É baseado no canto litúrgico e é bi-textual. É um dos motetos rara em com duplo e triplo texto em diferentes linguagens.Este é um 4-Rota voz, sobreposta a um Pes duplex. O PES é um 2-Rondellus medida que é repetida até que a peça conclui.


Fonte:http://www.public.asu.edu/~jwang2/portfolio/methods/kodaly/kodaly.html
Tradução: Marcus Gerhard


|

2 comentários:

PATRICIA disse...

agrademo o esforco seu em fazer essa oesquisa e montagem. isso tudo em portugues ja falcilitou pra caramba! abracos

GC disse...

Muito boa a sua iniciativa. Um blog interessante para nós educadores de música.